INÍCIO / Educação / Karl Popper, Primata Falante e a Falseabilidade

Karl Popper, Primata Falante e a Falseabilidade


Falseabilidade ou refutabilidade é a propriedade de uma asserção, ideia, hipótese ou teoria poder ser mostrada falsa. Conceito importante na filosofia da ciência (epistemologia), foi proposto por Karl Popper nos anos 1930, como solução para o chamado problema da indução.

A teoria de Popper têm sido fundamental para investigar se supostas teorias possuem ou não validade científica. Isto é, a falseabilidade serve para separar o conjunto de informações de carácter falso como a pseudociência dos campos da ciência. Toda pseudociência tende a não ser falseável, não há como provar falsa devido ao fato de não ser possível identificar o suposto agente por trás de tal processo. Alguns críticos, como Jerry Coyne (professor de biologia evolucionária na Universidade de Chicago) e Eugenie Scott (antropólogo físico e diretor executivo do Centro Nacional para Educação de Ciências) por exemplo, argumentaram que o conceito de complexidade irredutível, e de forma mais genérica, a teoria do Design Inteligente não é falseável, e portanto, não é científica (pois não há como identificar o agente por trás do projeto Inteligente).

No vídeo abaixo, o físico Davi Simões do Canal Primata Falante discute o conceito de falseabilidade e lança uma provocação: “Há 5 Minutos Eu Criei o Universo”. Confira!

Avalie esse artigo

0

Nota total

Agradecemos a sua avaliação!

User Rating: 4.57 ( 3 votes)

Sobre GEDbioética

O Grupo de Estudos e Discussões em Bioética – GEDbioética, foi fundado em 2012, por um grupo de alunos do curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de São José do Rio Preto, com objetivo difundir e debater temas relacionados à bioética. Nossa missão é construir um ambiente permissivo à pluralidade de ideias. Além disso, criar um vínculo com a comunidade, a qual é essencial para a construção do conhecimento.

VEJA TAMBÉM

Nós precisamos acreditar que temos livre arbítrio?

Artigo original por Scotty Hendricks Tradução Igo Araujo   Em algum momento da sua vida, você …